Como usar o fio dental corretamente

Informações gerais


O fio dental tradicionalmente machuca os dedos. Porém, não é somente desconfortável para os dedos, mas pode ser perigoso para as suas gengivas.

As gengivas em risco

O método convencional implica em deslizar o fio dental sobre cada área de contato (é a região onde dois dentes se tocam) fazendo-se muita força: o fio dental escorrega entre os dentes de maneira brusca com grande risco de acabar cortando e machucando a gengiva. É proibido dar “estilingada” na gengiva!

O método do laço

O método do laço permite eliminar o risco quase completamente. Ele proporciona o controle total sobre o fio dental sem machucar os dedos.


Preparo

Preparo

Pegue um pedaço de fio dental – aproximadamente 20 cm, mas o que determina o tamanho é a palma da sua mão.


Junte as pontas e dê um nó. O objetivo é fazer um laço que fique bem justo sobre seus dedos.


O fio dental é então posicionado no dedo polegar de uma mão e no dedo indicador da outra. Com um espaço mínimo entre os dedos de mãos opostas (unha com unha), você consegue controlar o fio dental de maneira segura e firme, sem machucar demasiadamente a gengiva. Se o laço for muito grande, também será difícil controlar o fio dental.


A dica

A dica

Faça um nó duplo: Passe as pontas do fio dental duas vezes pelo laço ao invés de uma.


Com o nó duplo: o nó fica onde ele deve ficar e não abre.


Higiene

Higiene

Conduza o fio dental sobre cada área de contato com movimentos horizontais curtos (são os pontos onde dois dentes se tocam). Usando o método do laço, isso é muito mais fácil de se fazer e não é necessária nenhuma força – o que significa um risco muito pequeno do fio dental cortar a sua gengiva.


OK, agora você pode limpar os seus dentes de maneira gentil e eficaz:

• Posicione o seu dedo polegar e o seu dedo indicador de forma que o fio dental fique ao redor do dente. Isso possibilita aumentar a superfície de limpeza.

• Guie o fio dental cuidadosamente 2 ou 3 vezes para gengival e incisal (para cima e pra baixo, nos dentes superiores e; para baixo e para cima, nos dentes inferiores), limpando a superfície de contato dos dentes (face proximal) desde o ponto de contato até o nível da gengiva (sulco gengival).

• Depois, transfira o fio dental para o outro dente e repita o processo de limpeza.

• Como antes, deslize o fio dental por sobre a área de contato com movimentos curtos horizontais e passe para o próximo dente.


Todo mundo é diferente

Cada boca, cada dente e cada espaço nunca são iguais. Isso significa que a limpeza ideal deve respeitar a anatomia, a idade e as habilidades de cada pessoa. Fale com seu cirurgião-dentista. A limpeza perfeita, suave e eficaz dos dentes não é algo que se aprende apenas lendo sobre o assunto.


Conte com a ajuda de um profissional

Avalie os seus métodos de limpeza regularmente com seu cirurgião-dentista. Ele poderá orientar quais espaços exigem a utilização do fio dental. Normalmente o fio será necessário em espaços muito pequenos e apertados onde as superfícies de contato são planas ou convexas e não côncavas. Isto pode ocorrer, por exemplo, nos dentes incisivos inferiores.